sexta-feira, 25 de julho de 2014

O QUE PENSAM SOBRE O GALPÃO DAS ARTES


O QUE PENSA PRAZERES BARBOSA SOBRE O GALPÃO DAS ARTES ?

Nos conhecemos no ano de 1987 em uma formação sobre o carnaval numa promoção da Secretaria de Educação do Estado. E lá mesmo trocamos nossas alianças.Em 1999 mais precisamente em dezembro Prazeres Barbosa veio inaugurar o espaço que tem um camarim com seu nome.A gestão atual foi a que formalizou legalmente o convênio de repasse do recurso na forma de subvenção mensalmente que custeia exclusivamente o aluguel.Prazeres Barbosa não é AMIGA de Fábio André.Prazeres é ANJO DA GUARDA 2 de Fábio André.Não é mãe porque é MÃE de muitos teatreiros de mundo a fora.O Centro de Criação Galpão das Artes existe há 15 anos.Ou seja, está debutando em 2014. Em rápidas palavras :CENTRO DE CRIAÇÃO GALPÃO DAS ARTES

O QUE PENSA LEIDSON FERRAZ SOBRE O GALPÃO DAS ARTES ?
O Centro de Produção Cultural Galpão das Artes é, sem dúvida, um dos mais importantes núcleos irradiadores de Cultura no interior de Pernambuco! Lembro que conheci essa turma na peça A Inconveniência de Ter Coragem, e o cuidado com o trabalho do ator – numa composição pautada no mamulengo – já me chamou a atenção. Com o tempo, fui vendo que, para além das suas próprias apresentações teatrais, eles fomentavam a ida de outros espetáculos a Limoeiro, geravam oficinas, debates, circulavam pelos mais distintos lugares, ganhavam prêmios e ousavam cumprir temporadas vitoriosas no Recife. São realmente disseminadores da Cultura, com olhar voltado, inclusive, para a infância (com seus singelos quintais e brinquedos populares que não podem ser esquecidos). Dá orgulho saber que eles não param, ainda que diante de uma série de empecilhos. Nem mesmo a perda de seu espaço os fez desistir... E quando visito Limoeiro, deparo-me com um novo centro de produção cultural, preparando-se para novas aventuras. Porque elas virão, tenho certeza!

O QUE PENSA FÁTIMA BARROS SOBRE O GALPÃO DAS ARTES ?
Feliz! Foi assim que recebi do meu amigo Fábio André a agradável notícia da reabertura do Galpão das Artes. A tristeza que me acometia todas as vezes que passava em frente ao prédio do antigo Galpão, dará lugar a uma alegria que já sinto ao passar em frente ao novo Galpão. A tristeza que sentia ao passar naquele antigo endereço era materializada naquele prédio agora frio e sem vida, naquelas duas plantas na frente agora secas, não apenas por falta de água, mas por falta da alegria contagiante dos meninos do Galpão, naquele banco vazio, com certeza sentindo falta de ser testemunha de tantas conversas, de tantos segredos... Estamos na época da Páscoa e Páscoa é tempo de mudança, vida nova, ressurreição...Como cidadã limoeirense, amante do teatro da cultura espero com ansiedade e alegria a reabertura do nosso Galpão das Artes para que o povo de Limoeiro e região possam ter de volta momentos de arte, cultura e lazer.

O QUE PENSA ROSEJARA RAMOS SOBRE O GALPÃO DAS ARTES ?
Alternativas inovadoras que contribuam para inclusão social , geração de emprego e renda , potencialização dos bens culturais e patrimoniais é promoção de um meio de vida sustentável . Isso,  o Pontinho de Cultura Galpão das ,tem realizado com maestria e tem possibilitado vários momentos que comprovam a sua Sustentabilidade. Aliás , sustentabilidade tem sido a palavra mais presente no dia a dia das pessoas , pois significa SOBREVIVÊNCIA COM QUALIDADE E ECONOMIA. Apresentação de espetáculos teatrais , oficinas de teatro , exposição de artesanato local , centro gastronômico  e agora , a utilização do espaço para realização de atividades recreativas para crianças , com proposta ousada de resgate aos brinquedos artesanais e o "tamborete da leitura" , só comprova o grande empreendedorismo inteligente , criativo e dinâmico , pois tudo acontece num movimento sincronizado , sem repetições, espaço que se adapta aos projetos que são executados , dentro de um cenário simples , belo e maravilhoso .

Nenhum comentário:

Postar um comentário