segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

HOJE A BANDA NÃO SAI ESTREIA NESTE SÁBADO DIA 11


Um texto teatral antes de qualquer coisa conta uma história. Tem suas características próprias e pode ser lido como um outro texto qualquer, observando suas variáveis e especificidades.
Depois de o texto ter sido compreendido dentro deste viés de leitura, temos que observar as características peculiares do texto teatral.
A leitura dramatizada é uma forma de aproximação do teatro. Uma leitura dramatizada bem feita e bem conduzida pode conquistar um leitor e transforma-lo num espectador inveterado, mas mesmo sem se tornar um espectador ele passará por todas as emoções que um espectador passa ao ver o texto encenado.
Desta forma, o Centro de Criação Galpão das Artes vem experimentando nos últimos três meses a leitura da obra Hoje A Banda Não Sai, de autoria do paraibano Severino Tavares e proposta de encenação de Charlon Cabral. O elenco encabeçado por Jadenilson Gomes, Charlon Cabral ( veteranos ) e apresentando Gléicio Kelson, Márcia Cabral ( mineira de Buritizeiro ), Dvson Alves, Cida Campos, Waldésio Melo ( limoeirenses ) e Thiago Freitas, este último natural de Paudalho.
A encenação desenhada por Charlon Cabral propõe uma novela de rádio em seu último dia de apresentação, quando a mesma acontecia em auditório com a presença de espectadores ( radioouvintes ). Na ocasião, Hoje A Banda Não Sai é uma comédia que narra a história de um maestro da banda do lugar que é preso sob as ordens de um mal-humorado sargento, só porque o músico tocou em trombone a canção "Se você sincera", aquela em que fala da famosa "Aurora". A prisão só aconteceu porque é justamente esse o nome da esposa do delegado valentão. Daí, veio todo o mal-entendido. E sem maestro, não tem ensaio da banda, e sem banda, não tem festa para receber os ilustres convidados do prefeito. Enquanto todos tentam libertar o maestro, incluindo a própria Aurora, é vista a maior confusão que já se ouviu contar nas redondezas do município.
A comédia Hoje A Banda Não Sai terá sua apresentação dia 11 de fevereiro ( sábado ) às 20 horas no Centro de Criação Galpão das Artes ( rua Vigário Joaquim Pinto, nº 465 em Limoeiro) com ingresso popular no valor de R$ 10,00 ( reais ).

Nenhum comentário:

Postar um comentário