sábado, 31 de outubro de 2015

Emanuel Sacramento é o convidado de Rosélis Alves em sua exposição Aquarela no Barro

 
 
A artista plástica limoeirense Rosélis Alves é também educadora, ela divide atualmente o seu tempo com a família, a sala de aula e, claro, seu ateliê, onde constrói e desconstrói o mundo através das telas e recentemente em objetos de cerâmica. Que por sinal, a novidade tem sinalizado uma aprovação significativa de seu público cativo. Sempre criando e recriando, Rosélis entre tintas e pincéis em um mundo de cores e curvas que encanta a todos pela beleza e dinamismo dos seus quadros. Nos intervalos, espaço para administrar o lar e brindar as amizades, que ela cultiva com muito carinho. Rosélis Alves, dedica-se em pinturas de telas há 13 anos e há 5 anos no estilo pop art. Determinada e concentrada em seu trabalho mostra o aperfeiçoamento de suas grandes obras que vai deslizando em seus pincéis e descobrindo o verdadeiro prazer que é "fazer arte da arte", explica a artista que também divide seu tempo dedicando-se a sala de aula com bastante empenho.

A artista plástica Rosélis Alves promoverá sua vernissage dia 06 de novembro, sexta-feira, no Ponto de Memória Galpão das Artes - edição 2015, às 19:30 horas, tendo como seu convidado o escultor Emanuel Sacramento que também apresentará seu trabalho em esculturas. A exposição pode ser conferida até o dia 14 de novembro, sempre pela manhã e tarde, nas dependências do Centro de Criação Galpão das Artes.

Emanuel Sacramento, nascido em 1978, no Recife, viveu a infância em Salgadinho, cidade que considera sua terra natal. Filho do artista e jornalista Rubens Sacramento Filho e da artista e educadora Miriam Dias, neto do pintor Rubens Sacramento e sobrinho do artista José de Barros, desde tenra idade demonstrava habilidade artística ao impressionar professores, familiares e amigos com desenhos e figuras do seu cotidiano modeladas em argila.

Em 1994, aos 16 anos, tomou aulas com o saudoso escultor limoeirense mestre Renato (que esculpiu o Cristo da Igreja da Matriz, Limoeiro/PE). Já em 1996, recebeu aulas sobre fundição em concreto com o escultor carpinense Carlos Melo. No ano 1998, no Recife, dividiu ateliê com o artista Isidório Cavalcanti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário